Você já parou para pensar que os maiores interessados em seus anúncios, em qualquer meio de comunicação, pode ser o seu principal concorrente? Isso é completamente normal, nós também ficamos de olho. Mas quando pensamos em gestão de tráfego por CPC (custo por clique), será que boa parte do seu orçamento não está sendo investido no benchmarking de alguém que vende o mesmo que você?

O planejamento de marketing começa com a definição de um público-algo ou personas. Nesta etapa definimos quem são as pessoas mais propensas a adquirir um determinado produto, serviço ou ideia que desejamos divulgar. Após definidas essas pessoas, é hora de identificá-las na web, o que não é uma tarefa fácil.

Para o vendedor, funcionário ou dono da empresa, acostumado a lidar com seus clientes diariamente, pode ser fácil reconhecer um possível comprador e descrever suas características. Porém, ao criar uma campanha online, muitas dessas características são inúteis. As segmentações existentes (apesar de conter também características demográficas como sexo, idade e localização) são essencialmente baseadas no comportamento dos usuários na rede, seus interesses e etc. E aí é que entra o seu concorrente.

Se você vende imóveis, por exemplo, certamente pesquisa muito sobre os preços dos imóveis, lançamentos, o mercado de construção civil etc. Se você faz isso, seu concorrente certamente faz. Se uma pessoa está pensando em adquirir um apartamento, provavelmente ela também pesquisa. E para os robôs que direcionam os anúncios, essas 3 pessoas são potenciais clientes de imobiliárias. Ou seja, você está anunciando para o seu concorrente.

O que fazer para não anunciar para concorrentes?

Existem várias formas de tentar evitar que isso aconteça, uma delas é limitar a segmentação identificando características dos potenciais clientes que os diferenciem dos concorrentes. Para isso é necessário pensar “fora da caixa”, analisar as opções disponíveis em cada ferramenta de anúncio e abstrair o máximo de possibilidades relacionado ao comportamento dos seus consumidores.

Outra opção bem prática, para anúncios do Facebook é utilizar as configurações avançadas das conexões. Você pode combinar as opções para mostrar anúncios apenas para pessoas que possuem algum tipo de conexão com a sua página. Pode ser configurado na criação do grupo de anúncio, conforme imagem abaixo.

anúncios para concorrentes

Conexões Facebook

Outras estratégias, que dependem de mais experiência com anúncios e muita observação das campanhas, é fazer um planejamento integrado a diversas plataformas e ferramentas que podem fornecer informações preciosas a olhares mais atentos. Munido de um bom arsenal de informações e sabendo usá-las, direcionar os anúncios torna-se uma tarefa muito mais fácil.

Quer construir um planejamento de marketing digital eficaz e não sabe por onde começar? Entre em contato conosco!