O que é Funil de Vendas?

O que é Funil de Vendas?

“Funil de Vendas” ou simplesmente funis. Certamente você, que está envolvido com o marketing digital, já ouviu falar nesse termo.

Mas o que seria um funil de vendas?

 

Antes de explicar o que é um funil de vendas, vamos nos ater a jornada de compra.

Uma compra não se inicia quando o cliente vai ao caixa pagar pelo produto. Essa é a efetivação da compra. A jornada de compra é dividida em 4 etapas principais, que são determinantes para a realização da venda em si.

A primeira etapa da jornada de compra é quando uma pessoa descobre um problema, necessidade ou uma oportunidade. Chama-se fase da descoberta. Nessa etapa, pode ser que o cliente ainda nem saiba do que exatamente ele precisa. Apenas deseja resolver um problema.

Após reconhecer o problema, a pessoa começa a buscar possíveis soluções ou oportunidades, dependendo do seu contexto. Essa é a segunda etapa.

Reconhecido o problema e tendo pesquisado a respeito, ele considera solucioná-lo. Nesse momento as pessoas pesquisam formas e alternativas. Ele já descobriu que tem um problema e qual é, agora está identificando a melhor solução para, enfim, decidir comprar ou não e de quem.  Essa é a quarta etapa.

Nessas fases, nas quais a maioria das pessoas sempre passam antes de adquirir um produto ou contratar um serviço, é que entra o Funil de Vendas.

O Funil de Vendas consiste em agrupar etapas e gatilhos que identifiquem em que etapa estão os consumidores e a forma de abordagem em cada uma delas.

Um cliente, por exemplo, que ainda nem sabe que tem um problema deve ser alertado do mesmo. Aos que já descobriram, devemos mostrar uma forma de solucionar e assim por diante. Dessa forma, os clientes passam por um “filtro”, no qual a empresa tentará convencê-los a adquirir a sua solução.

funil de vendas

Funil de Vendas

Como utilizar o funil no marketing digital

 

Os funis de vendas são extremamente úteis para planejar etapas de vendas e qualificar clientes. No marketing digital o funil é utilizado para identificar potenciais clientes que visitam seu site, transformá-los em leeds (contatos) e abordá-los até a compra.

Um exemplo para identificar em que estágio o cliente se encontra é criar conteúdos que representem a necessidade do cliente em cada estágio da jornada de compra. Mas antes disso você deve mapear e definir quais são marcos para identificar cada uma. Mas esse será tema para outro post.

Resumindo, o funil de vendas é uma estratégia que visa identificar os possíveis clientes no momento em que esses necessitam dos seus serviços e acompanha-lo durante a sua jornada de compra, para que ele opte pelo seu produto ou serviço.

Como ganhar dinheiro com anúncios

Como ganhar dinheiro com anúncios

Ganhar dinheiro com a anúncios na internet tornou-se meta de vida para muita gente. Profissões foram criadas com esse objetivo e estão cada vez mais em acensão: Youtuber, Digital Influencer, Blogueiros, etc. Do nada aparecem novas celebridades da internet que você respeita pelo seu bom humor, dicas interessantes ou por representar suas ideias. E, de repente, você descobre que esse é o trabalho delas e é muito bem remunerado. Mas como viver de blogs ou canais do Youtube?

Pois bem, chegar ao ápice da fama, como Whinderson Nunes, Camila Coelho, dentre outros “blogueiros” não é uma tarefa fácil. Além de talento, certamente em algum momento de suas carreiras eles pensaram estrategicamente em suas decisões para traçar o caminho que os levaram até onde estão.

No entanto, para tudo há um começo. Se você está interessado em seguir essa profissão, mas não tem muitos recursos financeiros para investir, ou contato com grandes marcas, não desanime. Existem formas de começar a ganhar dinheiro com um blog ou canal do Youtube com pouco investimento e persistência em seu trabalho. Um desses caminhos, é o Google Adsense

 

O que é o Google Adsense

 

O Google Adsense é uma ferramenta gratuita que possibiliza a monetização de sites e blogs a partir da veiculação de anúncios. Ao criar sua conta e adicionar a ferramenta em seu blog, serão exibidos anúncios do Google e você ganhará sempre que alguém clicar ou visualizá-los, conforme tipo do anúncio.

Você não precisa negociar com empresas, receber patrocínio, nem nada disso. Você só precisa criar um conteúdo para atrair visitantes para seu blog, concordar e seguir os termos de uso para iniciar.

Se você tem um canal no Youtube, também precisará de uma conta no Adsense para exibir anúncios e ganhar dinheiro com os cliques. Ter um e-mail do gmail é o primeiro passo para criá-la.

 

Como o Adsense gera receita para os Blogs

 

Todos sabem que o Google é o maior motor de busca da web. Sempre que alguém tem uma dúvida ou precisa fazer uma pesquisa na internet é a ele que recorremos na maioria das vezes, não é?

Pois bem. Você já deve ter reparado que ao fazer uma pesquisa, normalmente aparecem alguns sites na página de resultados marcados como anúncio.

 

resultados de busca no Google

 

Essa não é a única forma que o Google tem de exibir anúncios. Ele também exibe anúncios em formato gráfico em diversos sites espalhados por toda a web e você provavelmente já viu e até clicou neles.

Veja um exemplo:

 

anúncios gráficos google

 

 

Assim como a revista Exame, o seu site também pode exibir os anúncios do Google. E sempre que um anúncio for qualificado para exibir em seu site, a empresa anunciante pagará ao Google Ads pelos resultados e esse fará o repasse de cerca de 67% dos ganhos ao proprietário do Blog. Ou seja, todos saem ganhando.

Como ganhar dinheiro com Youtube

No Youtube as coisas não estão mais tão simples assim. Atualmente você precisa já ser um produtor de conteúdo para se qualificar para exibir anúncios do Adsense.

Como assim?

É necessário ter no mínimo 1000 inscritos e um total de 4.000 horas de visualizações em seus vídeos. Além de seguir, é claro, as políticas de privacidade do canal, que incluem não utilizar músicas com direitos autorais, marcas registradas e não fazer publicidade no vídeo. É possível também selecionar os vídeos passíveis de monetização, ou seja, se uma marca te paga para falar bem dela, você pode retirar a monetização apenas desse vídeo.

Mas não pense que se cadastrar no Adsense garantirá seu sucesso como blogueiro (a), é preciso muito esforço e paciência para manter seu site ou canal atualizado e atrair visitantes. O resultado normalmente leva tempo, porém quanto mais conteúdo você produz maior será sua receita, pois um vídeo ou artigo postado continua gerando cliques e visualizações e consequentemente, dinheiro. Ou seja, com o passar do tempo menor será seu trabalho para manter uma receita considerável mês a mês.

Analise sempre os relatórios para tomar decisões

Algumas ferramentas gratuitas do próprio Google podem te ajudar a ganhar mais, que são os relatórios do Adsense e o Google Analytics

ganhar dinheiro com blog

Página de relatórios do Google Adsense

Nos relatórios do Adsense é possível visualizar seus ganhos por site, página, dias, blocos de anúncios e muito mais. Com essas informações você tem uma ideia de que tipo de conteúdo gera um maior retorno e a quais anúncios seu público é mais receptivo. É possível escolher qual categoria de anúncios você prefere exibir, dentre outros. Use os relatórios para entender o comportamento do seu público e gerenciar seu conteúdo conforme suas conclusões. Detalhes podem fazer diferença!

Para visualizar os relatórios do Google Analytics é necessário um pouco de conhecimento em programação ou da ajuda de um programador para fazer a configuração inicial. Ele oferece relatórios muito bem detalhados sobre seu público e as páginas mais acessadas, que podem gerar muitas ideias de conteúdo para que você tenha cada vez mais acessos.

Portanto, mãos à obra! Comece o quanto antes, e persista. A internet é um espaça democrático que oferece oportunidades a todos.

 

A importância do blog para o Marketing Digital

Você já deve ter percebido que, de algum tempo para cá, ter um blog virou “modinha”. Não apenas com a intenção de entreter o usuário. Diversas empresas tem criado blogs para fornecer informações de interesse do seu público-alvo relacionados a seus produtos e serviços e nem sempre de forma explícita.

Mas quais as vantagens desse tipo de ação? O que um blog poderia oferecer às empresas?

A criação de um blog faz parte de uma estratégia de Marketing de Conteúdo. As vantagens dessa estratégia vão desde criar um canal de relacionamento com o cliente até formar listas de remarketing para anúncios patrocinados. Mas a principal utilidade de um blog é gerar tráfego gratuito para o site da empresa.

Além da concorrência pelo menor preço, maior agilidade na entrega, melhor atendimento, dentre outras que são comuns no comércio virtual, existe a concorrência pelos primeiros lugares nos resultados da busca orgânica. Aquela em que você aparece após uma pesquisa no Google, por exemplo, sem precisar pagar nada por isso. Fazendo uma analogia ao comércio tradicional é a briga pela melhor localização da loja, aquela que tem maior visibilidade e facilidade de acesso para o cliente. Ou seja, o ponto mais caro e no caso do e-commerce, o mais difícil.

 

vantagens do blog para o page ranking

Resultado de uma pesquisa no Google para a palavra “Tênis”

Como um blog pode ajudar no posicionamento de um site nas pesquisas?

A ideia é relativamente simples. Os buscadores querem entregar para o usuário o resultado que melhor se adequa a sua busca. Se você procura pela palavra tênis, por exemplo, os robôs do Google vão varrer a internet em busca daquele site que eles consideram como o especialista em tênis. E ele define isso através de diversos critérios – muitos desconhecidos – com base no conteúdo dos sites.

Essa é a principal função do blog: gerar conteúdo que dê relevância às palavras-chaves de um negócio virtual para que esse seja bem colocado nos resultados de pesquisa orgânica, gerando um tráfego gratuito.

No caso de um e-commerce, por exemplo, o conteúdo necessário para a venda é uma breve descrição do produto ou serviço e imagens do mesmo. Não há muitas oportunidades de geração de um conteúdo robusto que possa favorecer a subida do site as primeiras posições. As pessoas normalmente só entram nesses sites para realizar suas compras ou verificar preços e ofertas. Longos textos sobre o produtos poderia prejudicar as vendas do site.

Mas, se um e-commerce cria um blog indexado ao site, os motores de buscas entendem que aquele conteúdo pertence aquele e-commerce, que tem um espaço livre para fornecer um conteúdo de interesse do seu público, sem relacionar diretamente às vendas. Isso agrega valor a sua marca e ainda, pode colocá-lo nos primeiros lugares.

Claro que nem tudo é tão simples. O fato de ter um blog falando dos seus produtos e serviços não garante que o site vai conseguir as primeiras posições. Como foi dito anteriormente, existem uma série de critérios a serem avaliados e diversas técnicas que devem ser aplicadas ao conteúdo para conseguir o resultado desejado, que normalmente vem a longo prazo. Mas o blog é uma das melhores formas de se conseguir isso.

Outras vantagens

Outras vantagens que o blog pode oferecer são

  • Dar mais detalhes sobre seus produtos e serviços;
  • espalhar links na rede através do compartilhamento dos conteúdos;
  • gerar listas de remarketing para campanhas patrocinadas através do acompanhamento do tráfego;
  • posicionar a marca como especialista no que faz ao compartilhar com o cliente um conteúdo de qualidade.

Ficou alguma dúvida, ou tem alguma experiência para compartilhar? Comente!